Quem sou eu

Minha foto
Gravataí, Rio Grande do Sul, Brazil

Bem vindo amigos

A criação deste Blogger tem como objetivo divulgar a minha criação de canários e metodologia de criação. Assim como servir de instrumento para troca de informações entre os criadores e apaixonados.Também uma forma de ajuda para os que estão iniciando na criação e divulgar alguns dos conhecimentos adquiridos ao longo do tempo,,, Que já é quase uma vida.
Os meus objetivos na criação é de sempre buscar o modelo standard dentro de cada COR ou Porte e em virtude desta busca ter um plantel cada vez melhor.

Utensílios utilizados

Gaiolas
Devem ser espaçosas permitindo que o canário possa voar. Devem possuir grade divisória e grade de fundo removível e bandeja para colocar o papel. A grade de fundo deve ficar acima da bandeja do papel. Quanto espessura do ferro utilizado para a confecção da gaiola, de a preferencia para arames finos, pois a gaiola ficará mais leve para o manejo. Também pelo fato de quanto mais fino for o arame, menos fria esta gaiola será no inverno. 

Devemos ter alguns cuidados na  utilização de gaiola nova. Devemos verificar se nas partes internas e externas da gaiola  possuem  rebarbas de arames que possam  ferir o canário ou a quem estiver  no manejo. Caso a bandeja do papel  for de metal, devemos verificar se a mesma possui rebarbas, pontas que possam cortar ou furar. Também devemos verificar , se as bordas da bandeja estão afiadas (Tipo Lâmina) . As rebarbas, pontas e fios (Tipo Lâmina), devem ser retirados com auxílio de uma lima ou de uma lixa para ferro.
Evite usar o identificador de gaiola de metal , que são fixados na grade frontal da gaiola, pois o único benefício que agrega é o da beleza. Como a parte interna do identificador é de difícil limpeza, este  pode abrigar ácaros, piolhos e outras pragas. Eu prefiro e acho mais eficiente utilizar a fita crepe com o número da gaiola escrito à caneta. Também já tive alguns canários que tiveram as suas patas machucadas nestes identificadores. Quanto a pintura das gaiolas dou preferência a gaiolas pintadas com a tinta epoxi, pois não tem ação abrasiva sobre as penas, ficando excelente para quem cria canários de cor. As gaiolas que apresentarem ferrugem devem ser trocadas por novas ou repintádas, pois a ferrugem alem de sujar as penas dos canários as estragam. A ferrugem tem a ação abrasiva ou seja funciona como uma lixa para as penas.   



As  gaiolas que utilizo são dos tipos;

Labarte
Formato quadrado de 40cm de frente x 40cm de profundidade x 25cm de altura com grade divisória e grade de fundo removível e bandeja para colocar o papel.
Argentina
Formato de retangular de 70cm de frente x 35cm de profundidade x 35cm de altura e são utilizadas como criadeiras. Possuem grade divisória e grade de fundo removível e bandeja para colocar o papel.





Voadeira
Formato de retangular de 1,20m de frente x 45cm de profundidade x 45cm de altura e são utilizadas para acomodar os filhotes. Possuem grade divisória e grade de fundo removível e bandeja para colocar o papel.

Labarte Grande

Formato quadrado de 1m de frente x 1m de profundidade x 40cm de altura com grade divisória e grade de fundo removível e bandeja para colocar o papel.Estas gaiolas são apropriadas para acomodar outra gaiola do mesmo tipo em cima. 

A gaiola tem papel fundamental  na conservação das penas dos canários que serão enviados para concurso. Se a gaiola estiver enferrujada certamente a cor da ferrugem passará para as penas, podendo até mesmo manchá-las. Quanto melhor for o revestimento das grades da gaiola menos abrasão sofrerão as penas.  Para quem cria canários brancos para concurso a gaiola é um dos fatores principais.

Manutenção das Gaiolas de Arame
Existem  no mercado empresas que oferecem o serviço de pinturas e banhos eletrolíticos em gaiolas e outros, utilizando o processo de galvanização, pintura com pistola e pintura eletrostática. O serviço não é muito caro e vale a pena pois as gaiolas ficam praticamente novas e eles buscam e entregam as gaiolas no local desejado. Mas se o criador desejar ele mesmo de fazer a pintura das gaiolas, segue abaixo uma ajuda.

Em primeiro lugar as gaiolas devem ser lavadas e escovadas com a finalidade de remover todos os resíduos de sujeira e tinta velha. Para a limpeza das gaiolas o ideal é utilizar o jato de areia, mas se não for possível, limpá-las o máximo que poder. Após a lavagem deixar secar ao sol. Após secar, passar uma lixa fina nos lugares em que apresentarem ferrugem ou sujeira incrustada e lavar novamente a gaiola e deixar secar novamente. Quando a gaiola estiver pronta, podemos iniciar a fase da pintura.

Com Pincel ou Rolo; Comprar tinta automotiva da cor preferida e diluente para deixar a tinta mais fina e aplicar com pincel ou rolo.

Por imersão; Comprar tinta automotiva da cor preferida e diluente na proporção de um litro de tinta para 1,5 litro de diluente, deve ser misturado bem e colocados em uma bandeja que caiba uma das faces da gaiola. Feito isto, podemos ir mergulhando todas as faces da gaiola na bandeja com a tinta, lógico que deve ser colocado uma face de cada vez .Para nos ajudar neste trabalho e evitar maiores sujeiras com a tinta, podemos utilizar ganchos para ir virando a gaiola na bandeja. Após concluir o trabalho de pintura da gaiola, devemos pendurá-la  para secar. Nos pequenos lugares onde não pegou a tinta , podemos jogar um pouco da tinta com uma caneca. Se a opção de tinta for EPOXI, solicitar que a tinta EPOXI seja para fundo galvanizado, se não cuidar este detalhe a tinta irá descascar rapidamente.
Não devem ser utilizadas tintas possam ser raspadas facilmente pelos canários, pois os resíduos destas tintas  possuem diversas substâncias que podem causar intoxicação.

Abaixo vídeo que ensina a pintar gaiolas de arame galvanizado com tinta spray

Poleiros
Devem ser de madeira dura e sem qualquer tipo de furos ou rachaduras que possam abrigar alguma forma de parasita. O poleiro deve ser redondo e ter estrias longitudinais para melhor aderência das unhas, possibilitando uma maior  firmeza do canário no poleiro. Também deve ter uma boa fixação nas paredes da gaiola. Se o poleiro for muito grosso os canários começam as ficar com as unhas deformadas, parecendo chifres de carneiros ou seja crescendo para os lados. Os poleiros são elementos fundamentais para a saúde das patas dos nossos canários e quando não são limpos, começam a aparecer os fungos e os ácaros nas unhas e patas dos canários. Uma boa forma de limpar e frisar os poleiros é utilizar uma serra para ferro para raspá-los. Para quem utiliza poleiros de madeira com fendas de encaixe nas grades da gaiola, devem pulverizar as fendas de tempo em tempo com spray  inseticida ou mergulhar as fendas na água com cal ou passar uma lixa no interior da fenda,pois os piolhos de frestas, gostam muito destes locais. Não devem ser colocados poleiros molhados nas gaiolas. A disposição dos poleiros na gaiola deve ser a de forçar o canário a abrir as asas para voar, jamais ficar pulando de poleiro em poleiro.

Os poleiros onde os canários ocupam 50 % do seu diâmetro com as sua patas, ajudam bastante a prevenir contra os ataques dos insetos(mosquitos), pois a noite quando dormem, eles consegue abrigar todas as patas de baixo das penas. O contrário acontece quando o poleiro é muito fino, onde a pata do canário ocupa toda a circunferência do poleiro, ficando a descoberta as pontas dos dedos para o ataque dos insetos. Tenho como habito de utilizar três poleiros por gaiolas, sendo dois de diâmetros iguais e um de diâmetro maior forçar o canário a articular melhor os dedos da pata.

Bebedouros
Com capacidade igual ou superior a 120ml, de vidro ou plástico translúcido e com suporte para ser fixado na parte externamente da gaiola. Cuidar para não fixar o bebedouro muito próximo ao poleiro, pois o poleiro pode fica úmido, podendo ser foco para bactérias e fungos.


Banheira
Os potes utilizados para o banho dos canários podem ser qualquer pote retangular, os de margarina são os melhores. Os potes de cor marrom escuro não são muito aceitos pelos canários, acho que é uma coisa instintiva pelo fato de não poderem visualizar o fundo do pote, ficando confuso quanto à profundidade da água.


Borrifador 
Utilizado na limpeza das gaiolas, aplicações de inseticidas no canaril, para banhar os canários que não tomam banho e aplicação do Kill Red. Cada borrifador deve ser  utilizado de acordo com o produto a ser aplicado. O criador deve ter pelo menos dois, um para pulverização de água ou produtos de menor toxidade e outro para a pulverização dos inseticidas.

Pincel para a limpeza das gaiolas
Este tipo de pincel é de extrema utilidade para a limpeza das gaiolas, inclusive para a remoção de piolhos. Pode ser passado seco ou com água. Eu costumo a usar água com excência de citronela.  

Comedouro
Utilizo os comedores na parte interna da gaiola, pelo fato de que os canários ficam mais dóceis e esta é uma das qualidades que seleciono nos meus canários. O consumo de sementes e farinhada também aumentam consideravelmente. Utilizo quatro tipos de potes; dois tipos para as sementes e dois para a farinhada. Os das sementes são potes redondos com boa capacidade para armazenar sementes feitos artezanalmente por mim. Estes potes são utilizados até o início dos acasalamentos, pois às canárias tem o costume de iniciar a construção dos ninhos dentro neles, então quando começo a formar os casais, estes potes são trocados por potes de plástico com dois furos.

Os potes para a farinhada; eu utilizo o meio ovo de plástico para todos os canários em época em que não estão acasalados e quando começo a servir a farinhada para os filhotes, utilizo os potes retangulares abertos de plástico. Estes potes devem ser de boa qualidade para não impregnar com resíduos de alimentos.

Ninhos
De preferência a ninhos de plástico com a borda de cor branca, pois possibilitam a identificação dos piolhos e outros. A facilidade e a segurança da fixação na grade da gaiola é um ponto muito importante para se avaliar. Existem hoje no mercado ninhos que engatam  na grade sob pressão, são excelentes. Não utilize ninhos com engates para gaiolas de madeira para serem utilizados em gaiola de arame, pois são fáceis de serem retirados, os próprios canários derrubam e às vezes com ovos e ou filhotes pequenos. Se utilizar ninhos com este tipo de engate, utilize um prendedor de roupas na parte externa da gaiola para ajudar a prendê-lo junto à grade. Os ninhos com forro de feltro, também não são aconselháveis, pois os filhotes podem ficar com as unhas presas nos fios do feltro.
Devemos ter ninhos de pelo menos dois tamanhos para que possamos acomodar melhor os filhotes dos Gloster e os ninhos com mais de 4  filhotes dos canários de cor, após o oitavo dia de vida. Também podemos ter alguns ninhos mais fundos para acomodar os filhotes com as pernas muito grandes (os caneludos), evitando que eles caiam para fora do ninho. Em consultas a sites de canaricultores Europeus, reparei que eles estão utilizando os ninhos acoplados na parte da frente da gaiola e na parte externa. Onde o ninho esta dentro de uma pequena gaiola de plástico com suportes para serem fixados nas paredes externas das gaiolas. A gaiola deve ser modificada para permitir que os canários possam entrar neste compartimento. Uma coisa que eu achei muito bom neste sistema, é que não é necessário retirar o ninho com os filhotes para a alimentação manual, basta abrir-mos a porta frontal da gaiolinha de plástico que a filhotada já esta a disposição.

Ninhos externos
Forro do Ninho
Deve ser de espuma de espessura de 1 cm cortado da forma de círculo que encaixe perfeitamente dentro do ninho. O forro com a espuma tem a grande vantagem de ser muito fácil de ser lavado e higienizado, podendo ser trocado sem ter que trocar o ninho todo.
Ninhos e Forros de espuma


Guarnição de Papel para proteção do ninho 
Triângulo eqüilátero feito de uma folha de papel escuro, que é colocado no canto da gaiola onde será colocado o ninho, devendo ser fixado com um pedaço de fita crepe e que tem a de função de;
  • Deixar a canária e filhotes mais calmos na época do choco e alimentação dos filhotes.
  • Abrigar do vento mantendo o ninho mais quente.
  • Abrigar da poeira.
  • Ajudar na conservação das paredes do canaril, evitando que os filhotes defequem nelas.
  • Pelo fato de ter muito poucas incidências de canárias que tiram anéis dos filhotes, acredito que o protetor de papel ao diminuir a claridade no interior do ninho, faz com que o brilho dos anéis não sejam reparados pelas canárias, não os importunando.


Proteçao com folha de jornal - ajuda na limpeza e canaria fica mais protegida.
Ovos de Plástico 
Utilizados para substituir os primeiros ovos da postura das canárias, propiciando que os filhotes nasçam no mesmo dia. Esta técnica geralmente evita a morte dos últimos 2 filhotes, pois a concorrência pela comida é igual, devido ao fato de todos os filhotes estão com o mesmo tamanho.
Modo de usar; A canária efetivou a postura, retire o ovo posto e substitua por um ovo plástico e no quarto ovo substitua todos os ovos de plástico pelos ovos naturais que deveram ser chocados. Os ovos naturais devem ser guardados sobre algodão com a devida identificação do casal a quem pertencem. Devem ser guardados em local ventilado e com pouca luz. Devem ser virados todos os dias para evitar  que e gema fique grudada na casca. Os ovos naturais podem ser guardados ou reservados para choco por até 3 semanas. Os ovos de plástico também nos auxiliam a evitar que a canária jogue o peso do seu corpo sobre os filhotes, quando a ninhada for de um ou dois filhotes. Nestes casos costumo a colocar dois ovos de plástico junto com os filhotes.
Obs: Não coloque os ovos retirados sobre sementes ou serragem de madeira.           

Ovos de plásticos.
Processador de Alimentos 
O processador de alimento é utilizado para moer ou esfarelas os ingredientes da farinhada. Eu utilizo um modelo pequeno, com a capacidade de esfarelar dois ovos cozidos do tipo Jumbo de cada vez. Com ele eu processo o arroz cozido, as maçãs, os ovos (SEM A CASCA) e as verduras. Todos estes ingredientes são processados de forma individualizada. No momento da preparação da farinhada estes ingredientes são todos misturados. 

Processador de alimentos.

Aquecimento do canaril nos dias frios
Apesar do Brasil ser um pais de clima tropical, na região onde moro na estacão de inverno faz bastante frio até com temperaturas negativas, pois estamos situados em uma região de clima sub tropical, bem próximos da Argentina. Quando as temperaturas comecam a cair por volta de 10 graus celsius, eu comeco a ligar os 2 pequenos aquecedores em lugares estratégicos dentro do canaril. Alguns cuidados que tenho quando utilizo os aquecedores;
- Deixo os dois aquecedores no chão do canaril, um cada extremidade da sala, sempre com o ar quente sendo lancado rente ao piso do canaril, pois a tendencia do ar quente é subir, aquecendo todo ambiente.
- Jamais deixo o jato de ar quente do aquecedor, voltado diretamente para alguma gaiola.
- Os aquecedores devem estabilizar a temperatura por volta dos 17 graus.
- Na época dos descasques não devemos utilizar os aquecedores, pois deixam a umidade do ar muito baixa, endurecendo a casca dos ovos, dificultando o nascimento dos filhotes.
- Devem ser utilizados somente em casos de frios intensos.
- Na maioria das vezes utilizo apenas a noite, sendo desligado por volta das 9 horas da manhã.
- Cuidar sempre para o que filtro de ar do aquecendor esteja sempre limpo. 
Os aquecedores que utilizo são pequenos e de baixa potencia e consumo, utilizados para aquecer banheiros, são muito eficientes, pois aquecem na medidas certa e seu custo é bastante baixo em torno de R$ 35,00 cada.
Obs; Quando me refiro que aquecem na medida certa, é aquecer o ambiente para ficar um clima agradavel,somente para quebrar o frio. O que devemos evitar de fazer é provocar temperaturas elevadas no canaril, sob pena de incentivar a muda de penas dos canários em período que antecedem os acasalamentos.
Aquecedor  tamanho 20cm  altura 15cm  largura  - 1500 watts 



Gancho P/Fruta
Utensílio feito artezanalmente de arame galvanizado ou queimado para servir as frutas na gaiola. Evitando que a mesma não entre em contato com o fundo da gaiola.


Limpador de Sementes caseiro


Funcionamento; Colocam-se as sementes para a limpeza na parte de superior. A parte superior é composta por duas garrafas de refrigerantes de dois litros. Estas duas garrafas devem ter suas bases cortadas e encaixadas uma dentro da outra e coladas entre sí  e  também coladas no cano de 100mm. As duas garrafas teen o objetivo de aumentar a quantidade de sementes para limpeza. Na parte inferior, devemos colocar  um recipiente para receber as sementes limpas. Conecta-se o cano de sucção do aspirador de Pó na parte da haste central. Tudo conectado, é só ligar o aspirador e liberar a decida das sementes. Funciona mesmo, limpando as sementes na primeira passada e com o custo muito baixo.
Peça principal, o limitador de decida de semente que deve ser colocado no bico da segunda garrafa. Clique na figura para amplia-la


Material Utilizado
2 garrafas plásticas de refrigerantes de 2 litros (receptor de sementes para limpeza). 
1 bola de vidro com um barbante colado (utilizada como tampão no gargalo da garrafa de refrigerante e que quando puxada libera a caída das sementes para a limpeza).
1 Chapinha de lata que irá limitar a saída das sementes para a limpeza. Esta chapinha deverá ser colocado no bico da segunda garrafa. Este componente tem a função de separar ou suspender as cascas e a poeira das semente, jogando elas de encontro com a parede do cano. 

75 cm de cano de 100mm (Corpo de Limparadora).
25 cm de cano de 40mm (haste central para receber o cano do aspirador de pó).
15 cm de tela de proteção contra mosquitos. Deverá ser colocada na ponta do cano de sucção do aspirador de pó e preso com um atílho ou borracha de prender dinheiro. Tem como função deixar passar (sugar) somento o pó e as casca.
01 pedaço de esponja para vedar internamente o espaço entre  o cano do aspirador de pó e a parte externa do cano da haste central.
01 rampa de lata com mais ou menos 45 graus de inclinação com um duto de saída integrado na mesma peça. Esta peça deve ser colocada  no interior do cano de 100mm e que tem a função de escoar as sementes limpas.

Plaqueta de Identificação do Canário 
Consiste em uma placa de alumínio retangular, onde é colada uma etiqueta impressa com todos os dados do canário e esta placa é anexada na gaiola onde esta o canário. Abaixo exemplo;







A utilização de plantas dentro no canaril

As plantas podem ser utilizadas dentro do canaril não somente como item de embelezamento, mas também como um sensor para medir a quantidade de poeira existente no ambiente. Se optarmos pela utilização de plantas dentro do canaril, devemos procurar colocar plantas sadias e livres de parasitas. O ideal é que estas plantas sejam de folhas lisa, largas e verdes. Para verificar o nível de poeira do ambiente é só verificar a quantidade de pó acumulado na superfície das folhas. As folhas devem ser limpas com pano úmido diariamente. Devemos ter alguns cuidados para colocação de plantas dentro do canaril; Não podemos ter excesso de plantas, pois a noite as plantas consomem o oxigênio do ambiente e liberam o gás carbônico, que é um gás tóxico. As plantas devem ser colocadas longe das gaiolas para evitar que os pássaros as comam, pois algumas são altamente tóxicas. Tenho algumas plantas dentro do canaril e só vejo benefícios na sua utilização.